História

| HISTÓRIA

Augusto Joaquim Alves Marques, descendente duma geração de corticeiros de gema, desde menino e moço, teve contacto com a cortiça, devido à educação e ao tempo, em que as férias dos filhos dos empresários eram passadas na praia da unidade fabril dos pais.

Proveniente de uma família de 9 filhos, Augusto Marques cedo se apercebeu da necessidade de se manter a par da evolução do setor. Este facto contribuiu para o desenvolvimento gradual das atuais instalações da empresa. Trata-se portanto de uma combinação entre a tradição e a modernidade.

Por último, através de algumas memórias visuais, é possível perceber que a essência da AJAMarques foi mantida com a passagem dos anos, apresentando assim um caráter duradouro.